Sem corantes, aditivos ... apenas conservando.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

VENEZIANAS (1)

Vou-vos hoje dar conta da Viagem a Veneza;
Chegámos ao Aeroporto da Portela antes das 6h30 da manhã para fazer o check -in para Veneza (o voo era só às 8h00).
Deparámo-nos logo com a seguinte realidade:

Check-in comum para a EUROPA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Boa! Era um mar de gente que nunca mais acabava; para se ver o fim da fila, só mesmo com um instrumento de
actualizado e topo de gama.
Só mesmo com muita:




conseguíamos aceitar tal realidade: pessoas fazendo slalom até conseguir chegar a um dos, supostamente, 10 balcões de check-in;
Quando, finalmente, conseguimos chegar ao pé da menina-do-check-in, eram 7h30 da manhã!!!
Diz-nos a menina-do-check-in:
- O voo para Veneza já está fechado!!!

Diz a vossa menina:

- Ai está? Então mande-o abrir!!!
E, para encurtar caminho, foi mesmo o que ela fez: mandou-o abrir; e depois era ver o surrealismo de ouvir a menina-do-check-in a gritar:
- Passageiros para Veneza; há mais passageiros para Veneza?
Mas não tinha megafone, a coitadinha!!!!!
E era a ver-nos o Bando dos 4 + 1 (que se pendurou no meu maridinho), numa corrida olímpica por entre corredores, bares, até à Alfândega e à porta de embarque, rumo a um autocarro, que já estava à nossa espera e à espera dos restantes passageiros para Veneza, que por a menina não ter um megafonezito, só a ouviram quando conseguiram chegar até ela, para aí 15 minutitos depois de nós, e completamente esfalfados com o sprint que tiveram que fazer até ao dito autocarro.

Como é que pode haverdigam-me?


AEROPORTO DA PORTELA +GROUNDFORCE+TAP =
Nisso a ANA (Aeroportos e Navegação Aérea), tem razão!
Confesso que sou um bocadinho desorientada, mas também quem é que se orienta numa situação destas?
Mas gosto de aventura, tenho imensa imaginação e sou mesmo MUITO PONTUAL, só não gosto mesmo é deste tipo de Stress, que me deixa sempre com traumas, sabem?
E depois fico sempre com vontade de vender este País aos Estrangeiros, o que só se pode atribuir a este trauma que tenho, porque
PORTUGAL É LINDO!!!!!
E O AEROPORTO DA PORTELA, NEM SE FALA!
Se calhar bastava apenas prolongar os portões de embarque até à OTA ... ou ALCOCHETE (parece que é agora o que está a dar), e íamos ter muita AVENTURA...IMAGINAÇÃO...muito sentido de ORIENTAÇÃO... e, se calhar, até PONTUALIDADE!
Junho de 2007

6 comentários:

Patti disse...

Ai que hoje ninguém te trava!
Mas diz lá, qual era o estrangeiro que nos comprava?


p.s as letrinhas que me sairam hoje foram: conbrofi. Giro, não é?

LILI disse...

Boa Gi! Já me fartei de rir com o M só de me lembrar da maratona.
E isto foi só o princípio de uma série de peripécias.
Quando for na OTA ou Alcochete, temos de fazer acampamento!!!!

Precious disse...

O check-in tende a ser uma aventura e foi giro ver aqui a aventura, tipo fotonovela ;)

São disse...

Gi, gostei....mas fico esperando as fotos da cidade molhada, para matar saudades.
Boa semana.

Vap disse...

A vantagem é que poderá suspirar à vontade em local adequado a esse efeito, em Veneza...

Noiva Judia disse...

Cada vez acho menos piada a estes check-ins comuns, tipo carneirada. A primeira vez que apanhei um assim, foi quando fui para Copenhaga, em 2006. Antes disso, era cada macaco no seu galho. Mas a situação de carneirada maior que já apanhei foi no aeroporto de Dublin...

Os que me fotografam

Medidor de fotoginia